fbpx
× Fale Conosco

Solicite um orçamento sem compromisso!

Enviar via
Ou ligue para (41) 3243-9590
Se preferir, ligue para nós! Ligar agora!
Clique aqui para falar conosco!
×
× Envie-nos um E-mail

Buquê e Arranjo: quais são as diferenças?

O ato de presentear alguém querido com um buquê de flores ou com um belo arranjo é sempre uma ótima ideia, mas ainda existem dúvidas acerca das diferenças entre buquê e arranjo, o que pode dificultar na hora de saber qual escolha fazer.

Mas, apesar de nem sempre ser possível saber de imediato as diferenças que existem entre um e outro, é importante ter a compreensão de que existem características que os diferenciam, como a composição, a maneira de arrumar as flores e os seus significados.

Dessa maneira, antes de mais nada, é importante ter a certeza de que o presente será apreciado e irá provocar suspiros emocionados de quem os recebe, principalmente por ser um ato de carinho.

Para ajudar na compreensão dessas diferenças, e saber exatamente quais as melhores dicas para aplicar na hora da escolha, elaboramos o texto abaixo para esclarecer todas as questões acerca dos buquês e arranjos. Confira!

Significado dos buquês

O buquê possui, como principais significados, a transmissão de delicadeza e de emoções fortes, podendo ser direcionado a mulheres, homens e casais, simbolizando o cuidado que temos com essas pessoas e a celebração de momentos especiais de suas vidas.

Como é feito

O buquê pode atender a diferentes composições, sendo feito tanto de flores de uma só espécie, quanto da combinação de várias delas. Além de um belo visual, é importante que as folhagens ou ramos que estão presos junto ao caule formem um conjunto harmônico.

Assim sendo, os buquês não podem formar um volume grande demais, até porque eles devem, no momento da entrega das flores, se ajustarem perfeitamente à braçada da pessoa que a recebe e na maioria das vezes são levados por quem as oferece.

Entretanto, para fazer um buquê não é preciso nenhuma ação especial. As flores podem ser colhidas e colocadas juntas no mesmo momento sem qualquer critério pré-estabelecido. É indicado apenas o uso de um belo laço de fitas, para que o arremate fique perfeito.

Quais as diferenças entre buquê e arranjo?

Agora que você já sabe o que é um buquê, vamos à explicação sobre o que são os arranjos. Por serem totalmente diferentes, eles exigem uma elaboração mais complexa e um estudo mais aprofundado dos elementos que poderão ser usados na sua concepção. Assim sendo, quais as diferenças entre buquê e arranjo? Você confere logo abaixo!

Como o arranjo é feito

Ao ser montado, o arranjo necessita de uma base onde as flores, os ramos e folhagens devem ser cuidadosamente colocados com toda a elaboração possível. Os elementos podem ser tanto naturais como artificiais.

Como resultado, eles apresentam técnicas aprimoradas e são produzidos por artesãos, que estudam tudo o que deve ser colocado no arranjo, de modo a ocupar um lugar determinado, uma curvatura e disposição já analisadas. 

Vale lembrar que os arranjos, na antiguidade, só eram destinados aos deuses e reis. Com o passar dos tempos, eles começaram a ser utilizados em templos e palácios para só então se tornarem os verdadeiros prêmios por grandes vitórias conquistadas em batalhas.

Foi a partir dessa configuração que os arranjos começaram a adquirir o significado de um presente importante, e responsável por simbolizar as conquistas e os feitos das pessoas, de modo a fazê-las com que se sintam únicas e privilegiadas.

Conclusão

Agora que você já sabe as diferenças entre buquê e arranjo, que tal dar asas à imaginação e presentear alguém querido com um deles? A Flora Horizonte conta com as mais diversas opções para agradar a todos. Entre em contato conosco ou nos faça uma visita!